Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse – Parte 2

Dando continuidade à apresentação do post anterior, seguem mais dois cavaleiros do apocalipse: O terceiro cavaleiro é o Desprezo. Ele se faz presente quando o desrespeito flagrante pelo(a) parceiro(a) passa a ser constante. Brincadeiras que geram a exposição do cônjuge, ironia, sarcasmo, zombaria são formas de desprezo. Para sair dessa, há que se abandonar o padrão passivo-agressivo e adotar assertividade, dizer de forma clara o que incomoda, atendo-se ao comportamento e não à pessoa. E há também que reformular o conceito de respeito na relação.

O último cavaleiro é a Obstrução, quando se deixa de responder, quando se busca afastamento emocional, quando se deixa de conversar ou quando se passa fugir das tratativas necessárias para os ajustes na relação. Há pesquisas que apontam esse como o mais prejudicial dos comportamentos e que casais com esse padrão têm maior probabilidade de encerrarem o casamento. O diálogo, ainda que mediado por um profissional, é sempre necessário.

Um ou mais dos quatro cavaleiros têm tocado a campainha da sua casa? Ou já estão tomando café da manhã com vocês?

Por Fabio Caló, psicólogo.

Share

Comente!