Sobre Coaching

coachingcoaching é um processo de apoio ao cliente, também denominado de coachee

Para que ele desenvolva competências comportamentais úteis à vida pessoal e profissional.

De tal modo que, mantenha o foco em metas e passos para alcançá-las.

Os processos de coaching

Há dois tipos de processos: o coaching para a vida (life coaching) e o coachingexecutivo.

O primeiro é realizado quando a pessoa quer melhorar sua capacidade de lidar com situações do cotidiano. Ou formular planos e metas para vida visando alcançá-los.

Já o segundo é um processo de consultoria individual com executivos.Que busca ajudá-lo a desenvolver habilidades pessoais para que alcancem um melhor desempenho nos papéis de gerenciamento e liderança. Por exemplo, resultando em crescimento e avanço da empresa.

O coachingexecutivo

No caso particular dos executivos, Lukaszewski (1988) identificou que não ter acesso a pessoas que de fato façam perguntas esclarecedoras e lhes forneçam conselhos é o maior obstáculo para evolução pessoal dos gerentes executivos, podendo até impactar os negócios.

Ou seja, a manutenção de práticas comportamentais os leva a um limite operacional, dificultando a conquista de melhores resultados para a organização.

Geralmente, isso ocorre porque as pessoas próximas aos executivos têm receio de ou não sabem como confrontar seus comportamentos.

Dessa forma, o coaching executivo teria a função de fornecer feedback sobre como o comportamento deles impacta tanto o público interno e externo quanto os resultados da organização.

Coaching é o mesmo que terapia?

A resposta típica é não. Por exemplo, um técnico de atletas pode realizar um processo de coaching, para melhoria de performance. Sem, necessariamente, abordar questões psicológicas usuais em terapia.

Geralmente, o coaching se baseia em um maior número de fontes para levantamento de dados do que a psicoterapia. Na qual é comum ser o próprio cliente o gerador de dados.

No coaching, a coleta de dados inclui a própria pessoa (cliente); seus superiores; pares subordinados ou outros envolvidos no relacionamento.

Além disso, o coaching destaca as habilidades comportamentais com foco em um melhor desempenho futuro. E não no entendimento de situações passadas e na resolução de problemas psíquicos ou emocionais.

Alguns autores defendem, ainda, que a diferença está no grau de profundidade em que as questões são trabalhadas, sendo maior na terapia.

Também tem sido afirmado que o profissional coach precisa entender de negócios; gerenciamento; questões políticas em empresas, sem se limitar ao conhecimento sobre comportamento humano.

Assim, utiliza uma abordagem que reflete uma composição entre conhecimentos de desenvolvimento organizacional e psicologia.

De tal maneira que, no coaching executivo os resultados finais sejam capazes de ser minimamente mensurados em comparação com o desempenho anterior.

Aliás, diferentemente da terapia, o coaching foca em questões pontuais. Como o desenvolvimento de uma habilidade específica.

Também extrapola um contexto de interação face a face, em consultório, para incluir reunião com outras pessoas, telefonemas, e-mail e quaisquer locais que possam favorecer o trabalho.

Como o coaching é realizado?

Quanto ao aspecto de técnica de trabalho, há formas variadas de se realizar o coaching.

As diferenças de abordagem nas práticas entre os profissionais estão relacionadas ao conjunto de técnicas empregadas.

A literatura que revisa a eficácia desse tipo de trabalho considera que levantar dados sobre o comportamento, estabelecer metas e fornecer feedback são passos críticos.

Em geral, o trabalho de um coach utiliza, além das técnicas citadas, outras como estabelecimento de objetivos de vida; uso de técnicas apoiadoras; desenvolvimento integral do ser humano, entre outras.

Essas outras técnicas podem ter mais correlação com o domínio dessa habilidade pelo coach. Ou como fator de estabelecimento de um vínculo e aceitação do seu trabalho pelo cliente.

Uma vez que, o próprio cliente tem mais aceitação de uma forma de abordagem, do que pela eficácia em si.

Apesar de não ser uma forma de trabalho exclusiva de psicólogo, alguns autores têm argumentado que o trabalho é mais bem conduzido por um psicólogo com treinamento clinico e organizacional quando se trata de mudança de comportamento. Fato observado na maioria dos serviços de coaching.

Isso seria possível uma vez que o psicólogo dispõe de treinamento em atendimento, o que lhe aumenta a capacidade de estabelecer relações interpessoais com vínculo forte.

Além disso, lhe permite fazer intervenções baseadas em conhecimento técnico e não em senso comum.

Qualquer que seja o profissional que ofereça os serviços, uma das habilidades essenciais é respeitar a confidencialidade e manter relações que suscitem envolvimento intenso.

Resumo:

Coaching – procedimento que apoia o coachee no estabelecimento de competências comportamentais a serem desenvolvidas. Bem como, manutenção do foco em metas e passos para alcançá-las.

Consultoria – atuação de um especialista técnico para analisar a situação de uma empresa e prover conhecimentos ou métodos adequados a solução de um problema.

Psicoterapia – procedimento de análise e intervenção com métodos e técnicas da psicologia para atenuação do sofrimento psíquico, problemas emocionais ou alcance de mudanças comportamentais de alguma pessoa.

Inpa- Instituto de Psicologia Aplicada- Brasília, DF

Share

Comente!





× Quer agendar a sua consulta?