Ortorexia: busca pela dieta perfeita

Ortorexia e a obsessão pela dieta perfeita

Atualmente as pessoas têm se preocupado mais com a saúde e com a beleza física. Por isso, elas recorrem às diversas dietas e aos inúmeros exercícios físicos que podem auxiliá-las a atingir o corpo perfeito. Mas até onde essa obsessão por manter uma alimentação saudável é benéfica?

A ortorexia é um termo utilizado para definir um transtorno alimentar, descoberto recentemente e pouco conhecido. A ortorexia é a obsessão por uma alimentação saudável, e a pessoa com esse transtorno está constantemente em busca pela dieta perfeita.

Para entender mais sobre a ortorexia, continue lendo o texto.

O que é ortorexia?

Como foi dito anteriormente, a ortorexia é uma obsessão pela alimentação saudável e foi recentemente descoberto. Ortorexia deriva de duas palavras gregas: orthós, que significa correto, e orexsis, que significa apetite. O termo foi usado pela primeira vez pelo médico Steven Bratman, que descreveu o transtorno como uma fixação prejudicial ao que a pessoa vê como alimentação saudável. Essa obsessão leva a pessoa a padrões alimentares desorientados que comprometem a sua saúde física e mental. Ele se baseou sua proposta em experiências pessoais na década de 1970 e nos comportamentos que observou em seus pacientes na década de 1990.

Apesar de não estar presente no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais V (DSM-V), nem de ser reconhecida pela American Psychiatric Association, já existem mais de 40 artigos publicados internacionalmente sobre o assunto.

Além disso, no Brasil ainda não existem números de quantas pessoas sofrem de ortorexia. É preciso ficar atento aos sinais porque esse transtorno pode levar a bulimia ou anorexia. Ademais, segundo a BBC Brasil, o Centro Nacional para Distúrbios Alimentares Britânico (NCFED) recebe mais de 6 mil e-mails e ligações de pessoas que sofrem com esse transtorno.

Por fim, o indivíduo com ortorexia, em busca da dieta perfeita, começa a comer somente aquilo que considera saudável. Como muitas vezes a alimentação passa a ser restrita, o ortoréxico começa a desenvolver uma deficiência de vitaminas e substâncias essenciais para o funcionamento do corpo. Isso, ao longo prazo, pode levar a uma osteoporose, anemia e outras doenças mais graves.

Sintomas

Identificar a ortorexia pode ser difícil em grande parte dos casos. Isso acontece porque muitas vezes a pessoa não vê o que faz como sintoma de um distúrbio. Alguns sintomas da ortorexia são:

  • Evitar comer fora de casa ou levar comida pros lugares.
  • Preferir alimentos orgânicos, com menos gordura trans e açúcares.
  • Planejar as refeições dias antes.
  • Mania de ler rótulos de toda comida.
  • Compartilha muitos conteúdos relacionados a nutrição nas redes sociais.
  • Fica obcecado com a forma de preparo dos alimentos.
  • Deixa de comer refeições consideradas não saudáveis.
  • Tenta convencer as pessoas ao seu redor a seguir a sua dieta.

Ortorexia vs. Vigorexia

Tanto a ortorexia quanto a vigorexia são transtornos. Porém, enquanto a ortorexia é um transtorno alimentar, em que a pessoa é obcecada pela dieta perfeita, a vigorexia é um transtorno psíquico em que a pessoa tem uma preocupação excessiva com a imagem corporal. Existem situações em que a ortorexia e a vigorexia estão conectados.

Ambos transtornos são preocupantes e podem levar a pessoa a desenvolver bulimia ou anorexia, além de lesões corporais ou deficiências de nutrientes. 

Tratamento

Primeiramente, como a ortorexia é difícil de se identificar, o tratamento pode começar muitas vezes quando o transtorno já está avançado e com grande proporções. Com isso, a ortorexia pode levar a deficiência de nutrientes, o tratamento deve ser feito com o acompanhamento de um nutricionista, um endocrinologista e um psicólogo. O uso de suplementos pode ser exigido em alguns casos, quando os nutrientes já estão em baixa. 

O acompanhamento de todos os médicos responsáveis e do psicólogo são de suma importância. No entanto, é preciso lembrar que o apoio da família ajuda muito o paciente a passar por essa fase difícil. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Share

Comente!





× Quer agendar a sua consulta?