Algumas regiões do cérebro da mulher se desligam durante o orgasmo

orgasmo

Os estudos investigaram o que acontece no cérebro da mulher quando ela atinge o orgasmo. E descobriram que as regiões associadas à ansiedade, medo e controle emocional sofrem uma redução significativa em sua atividade. Os autores explicam que isto não acontece quando o orgasmo é simulado.

Conforme Gert Holstege, um dos responsáveis pelo estudo, afirma que os resultados comprovam a premissa de que é necessário se deixar levar, para um orgasmo verdadeiro.

Se a mulher estiver com medo ou apresentar um grau significativo de ansiedade, ela não se entrega. O estudo demonstra também que a única área do cérebro feminino claramente ativa durante o orgasmo é o cerebelo. Porque está associado ao controle dos movimentos  e, em menor escala, das emoções.

Em relação ao orgasmo masculino, não foram obtidos dados muito conclusivos. Muitas vezes, porque ele ocorre mais rapidamente, explicam os pesquisadores. Entretanto, ainda revelou que, quando estimulados sexualmente, os homens apresentam mais atividade nas áreas do cérebro ligadas à emoção e ao medo, em comparação às mulheres.

A partir destes resultados, é possível falar também sobre o papel da intimidade do casal em uma relação sexual. Parceiros que se confiam e se gostam, certamente terão mais facilidade em se deixar levar e aproveitar com mais intensidade o momento. Logo, auxiliando no alcance do orgasmo.

Inpa- Instituto de Psicologia Aplicada- Brasília

Share

Comente!





× Como posso te ajudar?