Síndrome Alice no País das Maravilhas

sindrome-alice
Síndrome Alice no País das Maravilhas

A síndrome de Alice no país das maravilhas (AWS) é uma condição rara e com poucos estudos desenvolvidos. É caracterizada por causar episódios temporários  de distorção e de desorientação da percepção. 

A pessoa com essa síndrome pode se sentir maior ou menor do que realmente é. Ainda, o indivíduo pode achar que objetos ao seu redor estão se deslocando e parecem mais distantes ou mais próximos do que realmente estão. 

Vale ressaltar que esses episódios da síndrome não são resultados de algum problema oftalmológico ou de algum efeito alucinógeno. 

A mudança na maneira como o cérebro percebe o ambiente e a sua correlação com o tamanho real do corpo são a causa da síndrome de Alice no país das maravilhas.

Ademais, o quadro afeta vários sentidos, como visão, tato e audição. E, ainda, há em casos que a noção de tempo é perdida, ou seja, o tempo pode parecer mais rápido ou mais lento do que, na verdade, é.

A AWS ocorre, principalmente, na primeira infância, mas pode ser causada por casos de enxaqueca. 

Em geral, na maioria dos casos, com o desenvolvimento humano, as percepções desordenadas desaparecem. No entanto, como citado anteriormente, pode aparecer na fase adulta. 

A síndrome é conhecida, também, como síndrome de Todd. Isso porque foi descoberta pelo psiquiatra Dr. John Todd, em 1955. 

Através da observação dos sintomas, o psiquiatra percebeu que havia uma semelhança com as situações que a personagem Alice passou no romance de Lewis Carroll Alice’s Adventures in Wonderland. Em virtude disso, o psiquiatra denominou a síndrome em homenagem à personagem do livro. 

Sintomas

Os sintomas da síndrome de AWS são diferentes para cada pessoa e pode ocorrer uma variação de sintomas em cada episódio do quadro. 

Normalmente, um episódio dura alguns minutos, mas há casos que podem durar, até mesmo, meia hora.

Os principais sintomas são:

  • As partes do corpo ou objetos ao redor podem parecer maiores, menores, mais próximos ou mais distantes do que realmente são. 
  • As linhas retas podem se parecer onduladas.
  • Os objetos tridimensionais podem parecer planos.
  • As coisas podem mudar de cor, podem parecer mais opacas ou podem parecer mais brilhantes.
  • Os rostos podem parecer distorcidos e as pessoas podem parecer mais “esticadas”.

Causas

As causas sobre o surgimento do quadro não são concretas. No entanto, o quadro, normalmente, começa durante o desenvolvimento infantil.

A síndrome envolve alterações cerebrais, que lidam com as informaçõe sensoriais. Dessa forma, essas mudanças modificam a percepção do indivíduo.

Há profissionais da saúde que acreditam que a síndrome pode ser uma aura da enxaqueca. Auras são problemas visuais e sensoriais que ocorrem antes, durante ou depois da enxaqueca. 

Tratamento

A síndrome de Alice no país das maravilhas pode ser tratada, de forma eficaz, quando a causa do quadro é a enxaqueca. Porém, quadros crônicos são, normalmente, pouco tratáveis. 

Por conseguinte, os sintomas e suas manifestações não são oferecem risco à saúde. E, assim, o descanso é o mais indicado para a suspensão dos sintomas.

No desenvolvimento infantil, é mais comum a manifestação da síndrome, mas, na maioria dos casos, os sintomas  tendem a desaparecer com o tempo.

Por fim, a ajuda de um psicólogo pode ajudar com o tratamento da síndrome.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

Share

Comente!





× Quer agendar a sua consulta?