Transtorno de Personalidade Paranoide

Transtorno de Personalidade Paranoide

O que é Transtorno de Personalidade Paranoide?

O Transtorno de Personalidade Paranoide (TPP) faz parte do grupo “Cluster A”, que é uma das subdivisões da classificação de transtornos de personalidades encontrados no Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais da 5ª edição (DSM-V).

As pessoas com TPP sofrem de paranóia, desconfiança irracional e suspeita excessiva de outras pessoas.

Em geral, o distúrbio começa na adolescência e no início da fase adulta, mas pode ser observado, também, em crianças. É, ainda, mais frequente em homens do que em mulheres.

Por conseguinte, é comum que essas pessoas recebam o estereótipo de serem estranhas e peculiares. 

Por fim, pesquisam estimam que o Transtorno de Personalidade Paranoide afeta entre 2,3% e 4,4% da população mundial.

Quais são as causas?

As causas do surgimento desse transtorno ainda não são conhecidas. No entanto, provavelmente, envolvem fatores biológicos e psicológicos. 

Pessoas com familiares próximos com casos de esquizofrenia, transtorno delirante e, o próprio, Transtorno de Personalidade Paranoide têm maior probabilidade de desenvolvê-lo.

Ainda, as experiências da primeira infância, principalmente traumas físicos ou emocionais, desempenham um papel importante no desenvolvimento da TPP.

Sintomas e sinais do Transtorno de Personalidade Paranoide

O indivíduo com o Transtorno de Personalidade Paranoide está sempre desconfiado e, também, acredita que os outros estão sempre tentando prejudicá-lo ou ameaçá-lo. Em geral, essas ideologias são sem fundamento, bem como suas atitudes e sentimentos de culpa e desconfiança, interferem no dia a dia da pessoa.

Os principais sintomas e sinais são:

  • Acreditar que outras pessoas tem motivos para querer prejudicá-los.
  • Duvidar da lealdade dos outros.
  • Ser hipersensível a críticas.
  • Ter problemas nos relacionamentos e no trabalho.
  • Ter sentimentos intangíveis, como raiva e hostilidade.
  • Ter mudanças rápidas de comportamento.
  • Ter tendência de isolamento.
  • Ser fechado e defensivo.
  • Ter dificuldades de ver os próprios problemas.
  • Ter problemas para relaxamento.

Tratamento do TPP

O tratamento é difícil, porque a pessoa com Transtorno de Personalidade Paranoide tem dificuldades de adesão e aceitação da terapia. Afinal, pessoas com esse quadro não confiam nos outros, inclusive profissionais da saúde e da Psicologia, e, também, não contam suas intimidades com medo de serem traídos. 

Porém, a terapia comportamental pode ser útil. O tratamento foca no transtorno de personalidade. Ainda, é importante que o psicólogo estabeleça um vínculo de confiança e intimidade e, assim, conseguir trabalhar o diagnóstico.

Ademais, a terapia familiar, a terapia de grupo e terapias alternativas podem ajudar a melhorar a interação e socialização de pessoas com TPP. 

Por fim, o acompanhamento com um psiquiatra pode ajudar a diminuir os sintomas comuns desse transtorno. No entanto, normalmente, pessoas com esse quadro não terminam o tratamento medicamentoso, porque não acreditam na sua eficiência, segurança e benefício. 

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil.

Share

Comente!





× Quer agendar a sua consulta?